Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 04 de Janeiro de 2021 - 11:10

Olyvia Libório

por Mari Leal

Olyvia Libório
Foto: Divulgação/ Arquivo pessoal

“Tomara que esse ano acabe logo”. Em bom "baianês", nas últimas semanas, quem não ouviu ou repetiu esta frase? É pouco provável que as memórias de 2020 sejam esquecidas com facilidade, afinal, o planeta viveu um dos momentos mais complexos da história recente. Um ser, invisível a olho nu, alcançou os corpos em todas as partes do mundo, e o movimento impôs desdobramentos em todas as áreas da vida, tanto em nível social e coletivo quando individual e familiar. Adotamos, ainda que momentaneamente, novos hábitos e o famigerado “novo normal” se estabeleceu à revelia de resistências. A pandemia atravessou vidas.

 

Foram 365 dias que pareceram décadas, mas, enfim 2021 chegou. Agora a pergunta, o que esperar dele? Para a dirigente do Grupo Universo da Luz, a universalista Olyvia Libório, o novo ano exigirá uma relação íntima com a “verdade”, pois “as ilusões serão desconstruídas para ceder lugar ao genuíno”.
 

“Muitas quedas no âmbito da política nacional e internacional, de modo que precisamos despertar uma massa crítica atenta e disposta a colaborar com as decisões que afetam a todos. Tudo o que foi edificado fora da correção, ruirá. Seja progresso material, relacionamento afetivo, contratos, enfim, um ano para pensar, sentir e, sobretudo, agir na correção e altruísmo”, alerta. Em conversa com o Bahia Notícias, Olyvia avalia ainda aspectos para a política e economia baiana. 

 

Para situarmos o leitor, qual a base da sua leitura energética? Trabalha com alguma técnica específica como tarô, búzios, astrologia, numerologia? Poderia falar brevemente do seu método de trabalho?

As orientações chegam até mim de maneira natural. Seja por “diálogos” com as divindades, como em meditações, bem como em sessões de nosso grupo. No caso das previsões relativas a 2020, fiz uma Live em 17/12/2019, na qual a epidemia foi anunciada sob a inspiração de Pai Obaluaê. A palavra pandemia nem era conhecida da maioria de nós. O universalismo que abraçamos em nosso grupo nasce do entendimento que todas manifestações de amor a Deus em favor do bem são acolhidas em nosso jardim. Mesmo porque ao longo de inúmeras encarnações, vivemos em culturas e épocas variadas e a cada experiência, podemos ter sido adeptos de uma outra prática. E nesta encarnação, sua alma pode estar mais sintonizada com uma ou outra egrégora, e está tudo bem. Tendo vários acessos, temos diversas fontes e portanto, conteúdos diversificados. Mas vale lembrar: a Fonte do ensino será sempre a mesma, pois a água da vida brota do mesmo altar, ainda que deságue em infinitas cachoeiras.

 

Para entrarmos no assunto, de maneira geral, o que 2021 nos reserva?

2021 recebe as bênçãos de Vênus, planeta do amor, favorecendo não apenas romance, mas amor em todas faces. Excelente para encontrar seu par definitivo e solidificar relações baseadas na verdade. As ilusões serão desconstruídas para ceder lugar ao genuíno. A presença de Pai Oxalá favorece aqueles que decidirem encontrar a paz, a agir baseando-se no perdão e principalmente, praticando o auto- perdão. A influência de Xangô ainda persiste, mas na qualidade Intilè, aquele que veste branco, indicando que a justiça divina seguirá com firmeza e compaixão. Momento de prudência e serenidade. Muitas quedas no âmbito da política nacional e internacional, de modo que precisamos despertar uma massa crítica atenta e disposta a colaborar com as decisões que afetam a todos. Tudo o que foi edificado fora da correção, ruirá. Seja progresso material, relacionamento afetivo, contratos, enfim, um ano para pensar, sentir e, sobretudo, agir na correção e altruísmo. A presença de Oxum na condução do ano também trará grande número de nascimentos, portanto ótima chance para engravidar, também tendência a inundações, alagamentos, alterações de relevo por ação da água e riscos de contaminação por impurezas presentes nos mares. Atividades profissionais voltadas à educação, espiritualidade, pesquisa, beleza e artes serão favorecidas. Quem estiver infeliz com o trabalho que desenvolve será estimulado a mudar; seja por escolha ou por situações externas.

 


Foto: Arquivo pessoal

 

Quem é o regente de 2021? Quais condutas devemos adotar para nos relacionarmos melhor com a energia dessa regência?

Oxalá, Oxum e Xangô Intilè. O melhor caminho para ter um ano positivo será a mudança de pensamento e atitude. Que tal nos momentos iniciais de 2021, fazer uma prece de agradecimento pela vida e pedir pelo mundo de modo geral? A gratidão envia ao Universo uma energia altamente qualificada e poderosa o bastante para mover obstáculos, abrir caminhos e promover mudanças significativas. Então, vamos vestir branco com amarelo/dourado e agradecer o novo tempo, o novo mundo.

 

Em relação ao Brasil, é possível antevermos algum cenário para a política e para a economia?

Precisamos que mais pessoas se atentem aos temas de interesse coletivo, pois a necessidade de reconfigurar, não apenas o cenário político, mas sobretudo o roteiro, o conteúdo dos representantes políticos. Os povos do mundo inteiro clamarão por lideranças fortes e o meu receio é que o poder caia em mãos autoritárias. Para realmente haver democracia, teremos que garantir a oportunidade de variadas correntes integrarem as decisões.

 

A pandemia continua avançando no país ou a expectativa é de enfraquecimento da circulação do vírus? Há previsão de terceira onda?

A segunda onda no Brasil foi deflagrada pelo descuido da população, especialmente pelas eleições. Contudo, a contaminação está em movimento decrescente e atenuará logo mais.

 


Espaço de Conexão Universo da Luz, em Cassange - Salvador -,
onde Olyvia realiza atendimento individuais e de orientação coletiva

 

No cenário baiano, há possibilidade de antecipar algo sobre esses pilares também, política, economia e a questão sanitária?

Sobre a economia, haverá uma melhora para quem usar da criatividade e optar pela autonomia. Quem tiver como investir, sugiro comprar terras. As autoridades precisarão investir recursos na rede sanitária, pois o risco de alagamentos, desabamentos por chuvas e doenças por água contaminada. Quanto à política local, o risco de posicionamentos autoritários e excludentes pode fragilizar ainda mais a democracia

 

Para finalizarmos, alguma dica de ritual para quem deseja começar o ano com pé direito?

Orientamos um banho de descarrego com as ervas de Oxóssi para finalizar o ano. Esse banho deve ser feito até o dia 31 de dezembro, pela manhã. Outra orientação de banho é o com as ervas de Oxalá, para entrada no novo ano - ideal tomar esse banho quando estiver se arrumando para curtir o réveillon. Outra orientação é escrever a Carta ao Conselho Kármico no dia 31 de Dezembro. Veja o passo a passo aqui

 

Há algo mais que considere necessário abordar?

Este ano tão emblemático trouxe à humanidade uma necessária reflexão sobre o funcionamento das coisas do mundo sob o ângulo do qual onde realmente podemos mudar o que vivemos. Tudo o que houve tinha como objetivo despertar o maior número de pessoas para uma nova percepção de coletividade. Trocar o egoísmo pelo altruísmo, entender que o meio ambiente não é apartado dos homens, mas nós o integramos, que todos somos UM, e qualquer evento (mesmo distante da realidade individual) afeta O todo. 2020 foi um chamado à autorresponsabilidade a cada um de nós. O que eu e você temos feito se verdade, para melhorar não só nossas vidas individualmente, mas todas as formas de vida? Precisamos agir sob a Luz de um novo pensamento baseados na fraternidade por um mundo melhor!

 

*Mais informações sobre as dicas e rituais para inciar 2021 podem ser conferidas em PREVISÕES PARA 2021.  

Histórico de Conteúdo