Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Autora de 'The Handmaid's Tale' é acusada de transfobia após replicar artigo nas redes
Foto: Divulgação

Margaret Atwood, autora do livro "The Handmaid's Tale", virou alvo de críticas na internet após publicar em suas redes um artigo com críticas à linguagem neutra para designar gêneros.

 

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, o texto compartilhado por Atwood é assinado pela colunista Rosie DiManno e tem como título "Por que não podemos mais dizer 'mulher'?". O artigo defende que a utilização de determinados termos sem determinar gênero seria um “apagamento das mulheres”. 

 

Segundo a colunista, tal prática torna “as pessoas bem-intencionadas sem palavras para que não sejam atacadas como transfóbicas ou de outra forma insensível às construções cada vez mais complexas de gênero”. Ela diz ainda que a palavra “mulher” corre risco de se tornar um palavrão e ser extinto do vocabulário oficial e das conversas.

 

Apesar de Margaret Atwood não ter publicado comentários ao compartilhar o artigo, a iniciativa foi vista como um endosso ao texto e ela acabou sendo alvo de críticas. "Você pode dizer com certeza 'mulher', mas quando se trata de coisas que não apenas as mulheres têm há termos mais inclusivos e gentis", disse uma seguidora. "Está brava, pois essa linguagem está finalmente começando a incluir pessoas como eu. Desapontado com você, mas não chocado", escreveu outro. "Não estamos tirando nada de ninguém. Incluir pessoas que não foram incluídas antes e deveriam ser", escreveu um terceiro.

Histórico de Conteúdo