Após restauração, paróquia de Itacaré descobre pintura de aproximadamente 200 anos
Foto: Divulgação

A primeira etapa das obras de restauro da paróquia São Miguel, na cidade de Itacaré, foi concluída e já pode ser visitada pelos frequentadores.  Após as obras, o espaço para orações conta agora com uma pintura artística de aproximadamente 200 anos nas paredes do templo religioso. A arte secular estava de baixo do forro de madeira do telhado da igreja, coberta por inúmeras camadas de tinta. 

 

Por ser um bem tombado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), uma equipe da Diretoria de Projetos, Restauro e Obras (Dipro) do instituto foi acionada e realizou uma avaliação da pintura encontrada. Desde então, os restauradores locais receberam um reforço dos profissionais do IPAC nas obras de decapagem (remoção de tintas) e na reintegração cromática das camadas pictóricas (recomposição das partes faltantes da pintura) no intuito de revelar a antiga arte e recuperar sua beleza e caraterísticas originais.

 

De acordo com o subgerente de conservação e restauro do IPAC, Takeo Shishido, a descoberta da pintura resultou em um engajamento maior dos frequentadores e apoiadores da paróquia, ao despertá-los para as riquezas artísticas presentes no templo. “A preocupação em preservar tudo que for encontrado na igreja tornou-se um compromisso dos seus membros, que criaram o acervo histórico da igreja após o acontecido”, disse Shishido.

Histórico de Conteúdo