Projeto quer promover assistência social com uso da cultura em Irecê
Foto: Divulgação / Waldson Alves

Irecê recebe no mês de maio a primeira etapa das ações da Rede Especial de Atendimento Social (Reas). O projeto apresenta seminários, cursos e programas de qualificação para os agentes sociais que atuam no Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) e no Centro de Referência de Assistência Social (Cras). 

 

Os assuntos das atividades são voltados para a promoção dos direitos dos cidadãos e, em especial, os direitos e a proteção à criança e ao adolescente do município. Segundo o prefeito Elmo Vaz, a determinação foi realizada para "fazer de Irecê uma referência regional e mesmo estadual na área da assistência social com uma equipe de excelência". 

 

O Reas, que irá acontecer até setembro, também promove a capacitação de toda a equipe da Secretaria de Assistência Social requalificando e potencializando os talentos que existem na área da assistência desde o secretário até os auxiliares de serviços gerais. Fazem parte do público-alvo do projeto toda a equipe do Creas e do Cras, que envolve psicólogos, advogados, educadores e assistentes sociais e a equipe de visita à zona rural.

 

As ações da Rede Especial de Atendimento Social são coordenadas pelo Centro Internacional Avatar (Ciacen), e irá se dividir em duas ferramentas: a capacitação contínua, utilizando a liderança positiva e a gestão produtiva, e o uso das estratégias da cultura. 

 

Após a participação no Reas, a inteção é que os agentes aumentem a capacidade de liderança e passem a trabalhar com maior empatia no atendimento aos demandantes. "Preparamos profissionais para ter um atendimento social de referência", diz o prefeito Elmo Vaz.

Histórico de Conteúdo