Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 06 de Junho de 2022 - 11:00

Sócio torcedor e a importância da participação na Assembleia Geral Extraordinária

por Paulo Cezar Duarte Ribeiro

Sócio torcedor e a importância da participação na Assembleia Geral Extraordinária
Foto: Bahia Notícias

A importância de nos associarmos ao clube que torcemos, é a mesma que temos em participar ativamente das questões mais relevantes dentro do Clube de futebol que elegemos para torcer e zelar pelo bom andamento dos trabalhos, seja dentro de campo, seja administrativamente.

 

O sócio torcedor tem importância fundamental dentro da estrutura e  composição de qualquer clube, seja ele de médio ou grande porte, pois é  através do sócio que se tem a dimensão do tamanho que pode alcançar um clube de futebol, obtendo assim os maiores êxitos  deliberando e decidindo sobre as questões fundamentais da instituição.  O quadro social é composto de várias classificações e denominações de sócios torcedores, e encontram respaldo para  os assuntos de maior importância e funcionamento do clube justamente na ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINARIA,  o órgão de maior poder dentro de um clube de futebol, lembrando sempre que, um grande clube de futebol tem sempre uma grande torcida principalmente quando  composta por sócios torcedores.

 

Através dos SÓCIOS TORCEDORES em dia com suas obrigações, um clube de futebol garante uma receita permanente o que ajuda a estabilizar as finanças e na forma do estatuto garante o direito para deliberar e decidir o que entenderem importante para a vida desportiva da organização. Esta assembleia geral extraordinária inclusive é portadora de SOBERANIA,  prerrogativa máxima,  inerente a apenas este órgão dentro do clube, o que significa dizer que, pode tratar sobre qualquer assunto relevante. Para tanto, se faz indispensável, uma participação ativa  dos sócios adimplentes garantindo assim, um tratamento digno ao clube  principalmente se for exercido com transparência e lisura na sua composição e  condução dos trabalhos  .

 

Portanto, dedico este espaço, chamando à reflexão de todos os sócios torcedores que com responsabilidade, exercem o direito de  discutir e definir o futuro do próprio clube .

 

O sócio torcedor que participa ativamente das deliberações ajuda na qualidade da elaboração das regras estatutárias  e decisões, evitando que o clube não fique a mercê de maus dirigentes, seja ele por incompetência ou má fé.

 

Portanto, conclamo os sócios torcedores a exercerem a cidadania tornando-se um verdadeiro cidadão torcedor, participando ativamente da vida do clube, requerendo, exigindo e acompanhando o que for necessário à boa convivência e um futuro digno para a instituição. Isso porque o sócio torcedor conhece e respeita o estatuto.

 

Ainda neste ano de 2022, por exemplo,  teremos conforme previsão estatutária,  eleições diretas no Esporte Clube Vitória para escolher o novo Presidente a ser eleito  por sua torcida.

 

Depois da fracassada gestão nos últimos três anos e que deixou o torcedor em geral insatisfeito a ponto de abandonar o quadro social e consequentemente de participar das decisões nas assembleias. O sócio torcedor não deve se afastar como alguns dirigentes já chegaram ao cúmulo em declarar publicamente que clube de futebol não precisa de torcedor, precisa sim!,  o torcedor é fundamental á a vida de um clube de futebol.

 

O poder de uma ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINARIA é de grande importância, observem que no caso do ECV, o  Presidente eleito para o triênio foi destituído, provocando assim uma nova eleição dentro em breve. Estão de parabéns todos os envolvidos que zelaram pela vida saudável da instituição com destaque para o Presidente do conselho fiscal cujo relatório exarou claramente a pratica da gestão temerária que foi acolhida pelo Conselho deliberativo e levado ao órgão máximo do Clube, a Assembleia geral extraordinária  realizada no dia 21 de maio de 2022, que decidiu por unanimidade destituir o gestor que estava em exercício e oferecer ao clube um novo futuro, esperamos que promissor .

 

Associe-se, seja um sócio torcedor e cuide bem do seu clube, cobre para a bola entrar,  o que é fundamental, restará sempre a grandiosa torcida apaixonada que não desistirá nunca!!    

 

*Paulo Cezar Duarte Ribeiro é advogado, foi conselheiro, coordenador da comissão de futebol e membro da comissão de ética do Esporte Clube Vitória

 

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias

Histórico de Conteúdo