Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Geral

Notícia

RENAN TEM LIGAÇÃO SUSPEITA COM A SCHINCARIOL

Segundo matéria da revista Veja, O deputado federal Olavo Calheiros (PMDB-AL), irmão do presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL), conseguiu vender à Schincariol - por R$27 milhões - uma fábrica falida, situada em Murici (AL). Olavo teria ganho da Prefeitura de Murici - na época comandada por seu irmão, Remi Calheiros (PCdoB-Pe) - um terreno de 45 mil metros quadrados, avaliado em R$ 750 mil. No local, Olavo abriu a Conny Indústria e Comércio de Sucos e Refrigerantes que fracassou e foi vendida ao grupo Schincariol. A Schin afirma que o objetivo do negócio era expandir mercado no Nordeste. Mas, conforme aponta a reportagem, desde então Renan tem atuado e favor da empresa. Um ano antes da venda, os cinco donos da Schincariol foram presos por sonegação fiscal na Operação Cevada, da Polícia Federal. Segundo a Veja, Renan esteve pelo menos três vezes no Ministério da Justiça para saber dos desdobramentos da Operação Cevada, que prendeu os donos da cervejaria. Também andou visitando a cúpula do INSS, que planejava executar dívidas previdenciárias de cerca de 100 milhões de reais da Schincariol.