Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Valor da cesta básica recua 0,04% em Salvador, segundo estudo da SEI
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O preço da cesta básica de Salvador encerrou o mês de junho com recuo de 0,04%, a R$ 503,93, de acordo com levantamento da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI). A análise teve como base as cotações de preços em 96 estabelecimentos da capital baiana.

 

Dos 12 produtos que compõem a cesta básica, quatro registraram queda nos preços, são eles: tomate (-7,32%), farinha de mandioca (-6,42%), óleo de soja (-4,07) e a carne bovina (-3,91%). Enquanto entre as oito mercadorias subiram de preço estão: feijão (8,36%), leite (8,29%), pão francês (5,85%), manteiga (5,76%), banana-prata (3,84%), açúcar cristal (2,61%_, café moído (1,35%) e o arroz (0,28%).

 

Com isso, os principais produtos para fazer a famosa feijoada, arroz, feijão e carne bovina, ficaram 1,28% mais baratos de maio para junho. O trio é responsável por 38% (R$ 191,49) do valor total da cesta básica.


Os produtos com as maiores participações no custo da Cesta Básica de Salvador no mês de junho foram a carne bovina (27,08%), o tomate (16,91%) e o pão francês (16,0%). Na outra ponta, os itens com as menores participações foram o açúcar cristal (2,55%), o óleo de soja (2,14%) e o café moído (1,85%).


Por fim, em junho deste ano, o tempo de trabalho despendido por um trabalhador soteropolitano para obter uma cesta básica foi de 98h53min, o que equivale ao comprometimento de 44,95% do valor líquido de um salário mínimo atual que é de R$ 1.121,10.

Histórico de Conteúdo