Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 15 de Junho de 2022 - 11:40

Rui diz que prefeitura de Salvador abandonou avenidas construídas pelo governo do estado

por Bruno Leite / Lula Bonfim

Rui diz que prefeitura de Salvador abandonou avenidas construídas pelo governo do estado
Foto: Bruno Leite / Bahia Notícias

O governador Rui Costa (PT) criticou, na manhã desta quarta-feira (15), a prefeitura de Salvador pelo abandono de vias construídas pelo governo do estado na capital baiana. Segundo ele, avenidas como a 29 de Março e a Gal Costa estariam cheias de mato e de lixo, por um desleixo da gestão municipal.

 

Rui diz que foi surpreendido quando deixava o Couto Maia, onde tomou a quarta dose da vacina contra a Covid-19, e acessou a Avenida 29 de Março em direção à Paralela. Ele comparou a situação da via a uma zona rural.

 

“Para a minha surpresa, eu tomei um susto. Achei que estava entrando em uma zona rural, em uma área de capim alto, que eu o povo planta para dar para o gado. Eu disse: não é possível, essa não é a avenida nova que eu entreguei. Era só mato. De um lado, do outro, no canteiro, nas laterais, a ciclovia entupida de mato. Dentro do rio, as árvores crescendo”, relatou o governador da Bahia.

 

“Eu não acreditei. Saltei do carro, fui junto ao mato e estava passando a minha altura, chegando a quase 3 metros. Eu não acredito que isso é a cidade do Salvador, a avenida que eu acabei de entregar novinha em folha. Eu fico impressionado com a mentalidade dessa gente”, criticou Rui.

 

O gestor estadual também apontou que teria encontrado a mesma situação na ligação Lobato-Pirajá, que liga a BR-324 ao Subúrbio Ferroviário; na pista de ciclismo e no canal de macrodrenagem do Bairro da Paz; além da Avenida Gal Costa.

 

“Algo inacreditável. A capital da Bahia, a quarta maior cidade. Avenidas de oito pistas, de quatro pistas, uma via estruturante belíssima abandonada. Eu não quero acreditar que está abandonada porque quem fez foi o governo do estado. Eu não quero acreditar nisso. Porque tem gente que está dizendo que vai fazer no governo do estado o que está fazendo por Salvador. É assim? É isso que vai fazer? Vai abandonar todas as obras que nós fizemos? É isso?”, questionou o governador.

Histórico de Conteúdo