Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cotado como candidato do PT ao governo, Jerônimo agradece afago de Colbert
Foto: ACM/Secom

Cotado para encabeçar a chapa governista para a eleição da Bahia em outubro, o secretário estadual de Educação, Jerônimo Rodrigues, agradeceu o afago feito pelo prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), mas reafirmou que está focado em sua atuação na secretaria.

 

O comentário é em resposta ao gestor de Feira que afirmou, em entrevista ao Acorda Cidade, que "Jerônimo Rodrigues, por ser uma figura mais próxima de Feira, acredito que seja uma pessoa mais adequada. Por ser interiorano, acredito que seja um nome bom".

 

O titular da SEC disse, ainda, que quer dar continuidade à revolução no setor que está em curso na Bahia. "Sob o comando do governador Rui Costa estamos transformando a educação pública baiana. Investimos mais de R$ 3 bilhões na construção e requalificação de escolas, estamos melhorando as condições de trabalho dos professores, lançamos programas como o Bolsa Presença, apostamos em transporte e merenda escolar decentes, além de várias outras ações. Com isso, estamos elevando os índices da educação no estado", disse.

 

O nome de Jerônimo foi colocado na disputa pela cabeça da chapa em entrevista recente, quando o senador Wagner reiterou a necessidade de "tesão" para percorrer a Bahia e ganhar a campanha. Os favoritos para tal, citados por Wagner, além de Jerônimo Rodrigues, são Moema Gramacho (PT), prefeita de Lauro de Freias e o secretário de Relações Institucionais do governo da Bahia e ex-prefeito de Camaçari Luiz Caetano (PT).

Histórico de Conteúdo