Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Com novo prazo de conclusão do trecho 3, operação do BRT deve iniciar entre abril e maio
Obras do BRT | Foto: Divulgação / Secom / PMS

Inicialmente previsto pelo prefeito Bruno Reis para ser concluído em fevereiro de 2022, o trecho 3 do BRT (Bus Rapid Transit) de Salvador ganhou nova previsão para ter as obras finalizadas e ser entregue: entre abril e maio deste ano. A informação foi confirmada ao Bahia Notícias pelo secretário de Mobilidade (Semob) Fabrizzio Muller. O titular da Semob, contudo, não explicou o que teria atrasado o andamento das obras.

 

A finalização do trecho 3 vai permitir o início da operação, ainda que parcial, do modal na capital baiana, já que a primeira etapa - que liga o Cidade Jardim até a região do Iguatemi - já foi concluída. O trecho 2, que liga a região do Parque da Cidade até a Estação da Lapa, está em andamento. Em fase inicial, o primeiro ponto das intervenções será entre as avenidas Lucaia, Garibaldi e Vasco da Gama.

 

Em outubro do ano passado, Muller já havia explicado ao BN o funcionamento conjunto entre as etapas (relembre aqui). "O trecho 1 vai funcionar em conjunto com o trecho 3, que é aquele que vai do Parque da Cidade até a Pituba, final do Itaigara. O trecho 3 com o 1 já dá funcionalidade, já tem funcionalidade ao sistema com algumas linhas circulares pela Pituba. Então o início do BRT se dará quando o trecho 3 for entregue", sinalizou.

 

O começo das obras na etapa 2 do BRT de Salvador foi autorizado em dezembro de 2021 e prevê, inicialmente, a execução de dois elevados, macrodrenagem do canal do Lucaia e do canal do Camarajipe, asfaltamento no entorno do viaduto da Garibaldi e na Rua Lucaia, incluindo trecho da Avenida Waldemar Falcão, que conta ainda com a contenção com cortina atirantada (leia mais aqui).

 

À época, o prefeito Bruno Reis (DEM) afirmou que toda a obra do BRT soma cerca de R$ 600 milhões. O trecho 2 tem previsão de entrega para o final de 2023, quando deve ser integrado com as outras duas etapas, deixando 100% finalizada a operação do modal. O trecho 2 tem investimento de R$ 203 milhões, oriundos de financiamento da Caixa Econômica Federal (CPAC), Orçamento Geral da União e recursos próprios da prefeitura, com obras executadas pelo Consórcio Engetec/PCE.

Histórico de Conteúdo