Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 23 de Dezembro de 2021 - 12:20

Rui revela que vai tratar sobre manutenção do Podemos na base após filiação de Moro

por Anderson Ramos / Gabriel Lopes

Rui revela que vai tratar sobre manutenção do Podemos na base após filiação de Moro
Foto: Manu Dias / GovBA

Com a filiação do ex-juiz Sérgio Moro ao Podemos, a situação do partido na base do governador Rui Costa (PT), na Bahia, precisará ser discutida. Segundo o gestor estadual, o assunto será tratado com Bacelar, presidente da legenda na Bahia e único deputado federal eleito pelo Podemos no estado. Para Rui, a relação pessoal não sofrerá alteração, mas a "relação partidária não tem como manter".

 

"Eu vou tentar conversar com Bacelar ainda essa semana, da relação pessoal com ele não tem nenhuma alteração, agora na relação partidária não tem como manter uma relação na medida que a pessoa está em um partido daquele que é responsável por esse caos que o Brasil vive. Tem dois grandes responsáveis: o atual presidente e o outro é ele, e portanto não é possível, do ponto de vista da relação partidária. Nós vamos ter que conversar para ver alternativas para ver o posicionamento dele", sinalizou o governador ao ser questionado pelo Bahia Notícias sobre o tema.

 

Ainda de acordo com Rui, o endosso a filiação de Moro e apoio a uma eventual candidatura dele ao cargo de presidente no ano que vem também coloca em risco a reeleição de João Carlos Bacelar.

 

"Exceto Isidório - todos os deputados precisaram de voto de legenda para se eleger. Não consigo enxergar a capacidade deles [Podemos] em montar uma chapa e o mandato dele estaria em risco a continuar com isso, como não fará parte da federação que será montada nacionalmente, eu acho que ele corre risco", finalizou Rui Costa.

 

No final do mês de outubro, Bacelar já havia descartado um processo de federação no Podemos. “Eu tratei desse assunto com a presidente do partido [Renata Abreu] nessa semana. O sentimento do partido é de que vamos marchar sozinhos e de que não vamos nos associar com nenhum outro partido. Não temos nenhum interesse no momento”, disse o parlamentar em conversa com o Bahia Notícias (leia mais aqui).

Histórico de Conteúdo