Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 06 de Dezembro de 2021 - 14:00

Bahia está 'muito perto de anunciar solução da questão da Ford', sinaliza Rui

por Francis Juliano, de Ilhéus / Jade Coelho

Bahia está 'muito perto de anunciar solução da questão da Ford', sinaliza Rui
Foto: Francis Juliano / Bahia Notícias

Cauteloso e sem antecipar detalhes, o governador Rui Costa (PT) sinalizou nesta segunda-feira (6) que a Bahia está “muito perto de poder anunciar uma solução da questão da Ford”.

 

“Mas esse é o tipo de coisa que só dá pra anunciar quando tiver, como diz o ditado, papel passado, assinatura feita. Nós estamos trabalhando, está muito breve pra gente apresentar uma solução”, afirmou o gestor durante inauguração do Hospital Materno Infantil, em Ilhéus.

 

A montadora Ford anunciou no início deste ano o encerramento da produção nas unidades fabris no Brasil, entre elas, uma em Camaçari, na região metropolitana de Salvador. A fábrica tinha cerca de 4 mil empregados. O fechamento da unidade impactou a economia do estado.

 

Apesar disso, o governador Rui Costa sinalizou que de modo geral, e ao comparar com o ano passado, o balanço da situação econômica da Bahia é de crescimento.

 

“Parte do crescimento é fruto dessa queda [registrada no ano passado], cada estado reflete em tese o desempenho do país, ou inverso, você poderia dizer que o desempenho do país é reflexo do desempenho de cada estado”, ponderou Rui.

 

Ao tratar da economia do país, o governador baiano atribuiu os tempos difíceis e as dificuldades enfrentadas pelo país ao fato do Brasil ter perdido credibilidade internacional pelo discurso “antiambiental” do presidente da República, Jair Bolsonaro. “O mundo inteiro hoje consome e prioriza quem defende o meio ambiente. Então um país que tem um presidente que despreza o meio ambiente e começa a falar mal da conservação ambiental começa a perder mercado e referência internacional e isso impacta na economia”, argumentou Rui.

 

“Na minha opinião um dos graves problemas da economia brasileira é pela desmoralização institucional do país. Falta de respeito, de admiração que o Brasil construiu a longo dos últimos anos com um discurso que não se alinha com o que hoje é hoje padrão internacional”, completou o governador.

Histórico de Conteúdo