Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Silva e Luna diz que Petrobras não é única responsável por preço de combustíveis
Foto: Marcelo Camargo /Agência Brasil

Convidado para esclarecer as altas nos valores cobrados pelo diesel e a gasolina aos senadores, o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, disse que a estatal não tem o monopólio no setor de combustíveis no país desde 1997 e que, por isso, não é correto responsabilizar unicamente a estatal pelo aumento dos preços.


“Boa parte da sociedade está presa à Petrobras de ontem e não à de hoje. A afirmação de que a Petrobras é um monopólio não está correta. Ela compete livremente com outros atores do mercado“, disse durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) desta terça-feira (23). 


Silva e Luna lembrou aos senadores que empresas importadoras têm participação no mercado e na formação de preços. Conforme divulgou a Agência Brasil, entre exemplos de grandes importadoras de diesel e gasolina, ele citou Vibra, Ipiranga, Raízen e a Atem.


“A Petrobras acompanha preços de mercado, resultado do equilíbrio entre oferta e demanda. A Petrobras reajusta os preços dos combustíveis observando os mercados externo e interno, competição entre produtores e importadores e a variação do preço no mercado mundial, observando se trata de fenômeno conjuntural ou estrutural”, disse.


 

Histórico de Conteúdo