Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Com lucro de R$ 10 bi e serviço contestado, Coelba vira alvo pedido de CPI na AL-BA
Foto: Divulgação / AL-BA

A Coelba, responsável pela energia elétrica no estado, é alvo de um requerimento para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). A empresa, controlada pelo grupo espanhol Neoenergia, teve um lucro líquido de R$ 10 bilhões no primeiro quadrimestre do ano, mas tem sido contestada por sua prestação de serviço.

 

O requerimento, de autoria do deputado Tum (PSC), teve a assinatura de outros 33 parlamentares, de diversos partidos, tanto de oposição quanto da base de apoio do governador Rui Costa (PT).

 

“A COELBA apresenta o pior índice de satisfação dos consumidores no estado, está em primeiro lugar em reclamações junto ao PROCON e nos indicadores de qualidade da ANEEL a COELBA apresenta resultados muito aquém dos apresentados pela CEMIG, Companhia Energética de Minas Gerais, que atende o estado de Minas Gerais, que tem população e números de municípios superiores aos do Estado da Bahia”, aponta o texto do pedido.

 

De acordo com o requerimento, a Coelba não tem cumprido com o cronograma de instalações do programa Luz Para Todos e também não faz o adequado planejamento na expansão dos serviços de fornecimento de energia.

 

A mesa diretora da AL-BA ainda não se manifestou sobre o pedido.

Histórico de Conteúdo