Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Jovem de 18 anos morre baleada dentro de carro com os pais em São Cristóvão
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma estudante de 18 anos morreu após ser baleada na cabeça dentro de um carro, no bairro de São Cristóvão, em Salvador. Jamile Sanches Araújo Miranda estava com os pais e uma amiga no veículo. O caso aconteceu por volta das 21h de quarta-feira (27), na Rua do Quiabeiro, que fica na localidade da Yolanda Pires.

 

No momento, a família saía do Salvador Norte Shopping e estava levando a amiga da vítima em casa.

 

Conforme o G1, a família relatou que o pai de Jamile dirigia o carro. Ao chegar na localidade, que é considerada perigosa, o pai da vítima acendeu a luz interna do carro, abaixou os vidros e ligou o farol. Neste momento, dois jovens, supostamente adolescentes, apareceram armados.

 

Ainda de acordo com o relato da família, os suspeitos mandaram eles voltarem de ré com o veículo. Enquanto o pai de Jamile fazia a volta, para sair para outra rua, outros duas pessoas chegaram e se juntaram a outra dupla de suspeitos e efetuaram disparos. O primeiro tiro foi para cima e o outro contra o carro, que atingiu Jamile na cabeça.

 

Inicialmente, a Polícia Militar informou que a jovem estava em um carro de motorista por aplicativo, que ligou para a corporação, dizendo que a jovem foi baleada.

 

De fato o pai de Jamile atua como motorista de aplicativo, mas no momento do crime não estava trabalhando. Os militares foram ao local e ajudaram a prestar socorro. A jovem foi levada inicialmente, para o Hospital Geral Menandro de Faria, que fica em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador.

 

Por causa da gravidade do ferimento, horas depois ela foi regulada para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos.

 

O caso será investigado pela Polícia Civil e, até esta manhã, ninguém havia sido preso.

 

A vítima estava concluindo o ensino médio e tinha planos de fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), para cursar Medicina Veterinária. Ainda não há detalhes sobre o sepultamento da jovem.

Histórico de Conteúdo