Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 13 de Outubro de 2021 - 15:00

'Lula conspirou pelo impeachment de Dilma', acusa Ciro Gomes

'Lula conspirou pelo impeachment de Dilma', acusa Ciro Gomes
Foto: Bahia Notícias

Ciro Gomes voltou a dar declarações polêmicas sobre o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT). Desta vez, o pré candidato do PDT para a presidência da República afirmou que o petista conspirou a favor do impeachment de Dilma Rousseff (PT). Segundo Ciro, Lula está fazendo alianças com o responsáveis pela saída da ex-chefe do Executivo nacional do poder.

 

“Estou seguro que o Lula conspirou pelo impeachment da Dilma. Estou seguro disso por tudo que eu tinha visto lá dentro nas tratativas para impedir o impeachment e eu não compreendia”, afirmou o pedetista em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

 

O ex-ministro disse ainda que Lula foi responsável pelo impulsionamento de Jair Bolsonaro (sem partido) nas eleições de 2018. O apoio a Dilma teria sido um ponto importante nesse sentido. "Ela destruiu a economia brasileira", disparou Ciro.

 

"Jamais acreditei que Bolsonaro teria qualquer chance, a mais remota possível e eu mordi a língua porque eu conhecia de perto o Bolsonaro. Eu não sabia que ele utilizaria de estrangerismo aos montes com orientação dessa gente do Trump que desceu aqui, e fazer esse processo de internet que nós também não conhecíamos no Brasil", disse.

 

Ele rejeitou qualquer reonciliação com o Partido dos Trabalhadores. “[Minha relação é] absolutamente inconciliável com o PT. Com o lulapetismo corrompido e neoliberal tosco, a minha relação está definitivamente encerrada”, afirmou.

 

Para Ciro, Bolsonaro e ministros de estado oferecem riscos ao processo democrático brasileiro. “Bolsonaro não estará nas eleições por não reunir a menor condição objetiva de se apresentar para o povo. É um governo trágico que não tem absolutamente nada para mostrar. E o lastro para uma equivocada ideia de que vai subornar a consciência de um povo machucado, melhorando o Bolsa Família”, afirmou. Luiz Eduardo Ramos, Braga Neto e Augusto Heleno foram elencados como "picaretas perigosíssimos". 

Histórico de Conteúdo