Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Deputado Daniel Silveira é preso novamente após decisão do STF
Foto: Reprodução / Câmara dos Deputados

Após pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), o Supremo Tribunal Federal (STF), através do ministro Alexandre de Moraes, decretou a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL). A motivação seria por ter cometido 36 atos de desrespeito no uso da tornozeleira eletrônica. O parlamentar segue para o IML no Rio de Janeiro para realizar trâmites da prisão. 

 

Além do desrespeito ao uso de tornozeleira, Silveira teve uma determinação de pagamento do ministro Alexandre de Moraes de R$100 mil em fiança por violação do regime de prisão domiciliar. O parlamentar comentou que não teria condição de pagar o valor fixado. 

 

O deputado foi preso em fevereiro deste ano após publicar um vídeo nas redes sociais com ameaças e ofensas contra ministros do STF no âmbito do inquérito que mira o financiamento e organização de atos antidemocráticos em Brasília.

Histórico de Conteúdo