Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 15 de Junho de 2021 - 00:00

Cacá descarta que aproximação nacional entre PP e DEM tenha implicações na Bahia

por Mauricio Leiro

Cacá descarta que aproximação nacional entre PP e DEM tenha implicações na Bahia
Foto: Divulgação

Com o apoio muito cobiçado por alguns partidos, o Progressistas na Bahia segue disputado para as eleições de 2022. Com aproximações no âmbito nacional, o PP, capitaneado pelo senador Ciro Nogueira (PP-PI) e o Democratas do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, devem estar mais próximos. Apesar disso, liderança do partido na Bahia, deputado federal Cacá Leão descartou que a relação tenha impacto no estado.

 

"Não só o Ciro Nogueira, tenho uma relação de amizade, ele é meu amigo [ACM Neto]. Isso não quer dizer que iremos caminhar politicamente juntos. Rui [Costa] é nosso parceiro. A ideia é que façamos apoio dentro do nosso arco de aliança, queremos João Leão como governador. Vamos buscar o apoio dentro do nosso arco, se não conseguir se encontrar, isso vai ser decidido em 2022", comentou ao Bahia Notícias.

 

Com os indícios de diálogo entre os partidos, o presidente estadual do Democratas, deputado federal Paulo Azi revelou que Ciro tem uma relação próxima, por ambos serem presidente do partido e se conhecerem há muito tempo. "Eles sempre externam o desejo do DEM e do PP estarem o mais próximo possível em alguns estados. Mas isso será decidido depois", disse Azi.  

 

Cacá ressaltou que as lideranças partidárias "conversam entre si”. "Onde você tem interesse, onde tem candidatos a governador. O DEM, o PSD, PL, PSDB, natural que os presidentes façam isso. O PP tem a tradição de respeitar os movimentos dos estados. Foi assim na eleição de 2018 quando apoiamos o PT, mesmo com a vice na chapa de Geraldo Alckmin. Isso no nosso partido faz parte do processo", disse Cacá Leão. 

 

NETO E BOLSONARO JUNTOS?

Com a possibilidade de uma sinalização de apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a candidatura de Neto na Bahia (veja mais aqui), Cacá comentou que a costura seria "um problema de Neto".

 

"Uma hora ele diz que não quer. Outra hora ele vai dizer que quer e fazer as pazes com [João] Roma. Iremos saber lá na frente", disse ao BN.  

Histórico de Conteúdo