Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Secretário de Segurança diz que baiano autor de chacina no Distrito Federal é 'psicopata'
Lázaro Barbosa | Foto: Reprodução/PCDF

Nesta segunda-feira (14) as buscas por Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, chegam ao sexto dia. O criminoso espalhou crimes pelo Distrito Federal nos últimos dias. O baiano é suspeito de cometer um quádruplo latrocínio em Ceilândia, e um quinto em Goiás. No último sábado, ainda baleou três pessoas.

 

Uma força-tarefa entre as polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal foi montada para prender Lázaro.

 

Segundo o Metrópoles, o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, comentou que equipes de inteligência dos dois estados, DF e Goiás, estão na região para tentar capturá-lo.

 

"Ele, além de ser psicopata, é da região. É o que nós chamamos de ‘mateiro’, acostumado a se emburacar no mato. Ele deve ter outra motivação psicótica. Está muito focado em seguir na trajetória criminosa. Mas vamos chegar até ele", disse Miranda.

 

Ainda de acordo com o secretário, há informações que Lázaro possa estar na região de Água Lindas ou que ele tenha retornado ao Distrito Federal.

 

Durante o fim de semana, a Polícia Militar encontrou o foragido, mas ele fugiu para o mato após confronto com os policiais.

 

As forças policiais ocuparam 17 fazendas, mobilizando 200 pessoas para as buscas. No sábado, o corpo de uma das vítimas de Lázaro foi encontrado e ele se dirigiu para a região do Entorno do DF.

 

Ele é acusado de matar Cláudio Vidal de Oliveira, 48 anos, Gustavo Marques Vidal, 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, 15. O criminoso também sequestrou Cleonice Marques de Andrade, 43 anos, esposa de Cláudio e mãe das outras vítimas. O corpo dela foi encontrado no sábado em um matagal. O cadáver estava sem roupa e com diversos cortes nas nádegas, em uma zona de mata próxima à BR-070.

Histórico de Conteúdo