Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

João Leão 'explica' fala de Coronel sobre chapa sem PT: 'Você pode dar uma vezinha'
Imagem: Youtube/ Salvador FM

Aliado do PT na Bahia há mais de 10 anos, o vice-governador João Leão (PP) deseja manter essa parceria na eleição de 2022, mas defende que outras legendas assumam o protagonismo da chapa. Ele falou sobre o assunto no programa Bahia Notícias no Ar, da rádio Salvador FM, ao comentar uma declaração feita pelo senador Angelo Coronel (PSD), também aliado do governo.

 

Em entrevista recente ao programa Política na Mesa, da TV Câmara, Coronel defendeu uma "oxigenação" na política, com uma chapa formada pelo PP e pelo PSD contra o Partido dos Trabalhadores. “Quem terminar o primeiro turno com menos arestas, a gente se junta”, declarou.

 

Então, nesta terça-feira (1º), João Leão disse concordar com essa declaração, mas tem outra proposta. "Eu concordo com Angelo Coronel, a chapa tem que ser PP, PSD e PT também. Estamos aí nos últimos 13 anos junto com o PT, com os companheiros, não podemos nos esquecer do PT", disse Leão ao BN no Ar. "O que o senador Angelo Coronel quis dizer é que você pode dar uma 'vezinha' ao PP, ao PSD, e o PT participar do jogo conosco. Não queremos menosprezar", frisou, ao fazer o esclarecimento.

 

A composição da chapa ainda está longe de ser definida, já que Leão, o senador Otto Alencar, presidente do PSD na Bahia, e outros atores políticos reforçam o discurso de deixar as discussões sobre a eleição para o ano que vem. No entanto, o PT já se antecipou e lançou Wagner como sua escolha para suceder Rui Costa no Palácio de Ondina.

Histórico de Conteúdo