Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

BN/ Paraná Pesquisas: Lula e Rui venceriam Bolsonaro em disputa pela presidência na Bahia
Foto: Divulgação

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceriam no estado Jair Bolsonaro (sem partido) num eventual confronto na eleição presidencial do próximo ano. É o que aponta um levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas, em parceria com o Bahia Notícias, divulgado nesta quinta-feira (20).

 

De acordo com a pesquisa, caso a eleição fosse hoje, Lula venceria com 43,3%, ante 24,6% de Bolsonaro. Atrás, estaria o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 7,7%, o apresentador Luciano Huck (sem partido) com 4,3%, o ex-ministro Sergio Moro (sem partido), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 1,9%, o empresário João Amoêdo (Novo), com 1,7%, e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), com 0,4%.

 

Considerando a margem de erro de 2%, para mais ou para menos, há empate técnico em dois pelotões: o primeiro, entre Ciro, Huck e Moro, e um segundo, que inclui, além do global e do ex-ministro da Justiça, Doria Amoêdo e Pacheco.

 

Não votariam em nenhum, branco ou nulo somam 7,9%, enquanto os que não souberam ou não responderam são 4,2%.

 

Segundo o levantamento, a região na qual Lula tem o maior apoio é no nordeste baiano, com 47,8% contra 24,8% de Bolsonaro. Já o atual presidente teria maior votação no centro-sul baiano, com 31,1%, ante 38,7% do petista. Contudo, o ex-presidente da República vence em todas as regiões, inclusive na Região Metropolitana de Salvador, onde alcança o percentual de 48,4%, contra 17,6% de Bolsonaro.

 

E RUI COSTA?
O governador baiano também venceria Bolsonaro - 32% contra 24,6%. Eles são seguidos por Ciro (9,9%), Huck (6,5%), Moro (4,2%), Doria (2,3%), Amoêdo (1,9%) e Pacheco (0,7%).

 

Levando-se em consideração a margem de erro, Ciro estaria empatado tecnicamente com Huck. Haveria um segundo pelotão, em que estariam empatados Huck, Moro e Doria. E teria um terceiro pelotão, cujos empatados seriam Moro, Doria, Amoêdo e Pacheco.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas entre os dias 12 e 15 de maio em 188 municípios baianos. Com margem de erro estimada de 2%, o nível de confiança é de 95%.

Histórico de Conteúdo