Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

PPP do Hospital Metropolitano será apresentada na Bolsa de Valores nesta segunda
Foto: Reprodução / Sesab

O Governo da Bahia vai apresentar na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), a oferta da parceria Público-Privada (PPP) para concessão administrativa do Hospital Metropolitano da Bahia. O evento ocorre na próxima segunda-feira (26). O leilão, previsto para o dia 20 de maio, na B3, concederá à iniciativa privada o direito de implantar, gerir, operar e ampliar o hospital por 20 anos.

 

Sob o comando do secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, uma equipe do Estado irá apresentar a mais nova PPP baiana. Durante uma hora e meia, palestrantes farão considerações sobre o projeto, apresentarão experiências de Parcerias Pública-Privadas na área da Saúde na Bahia, farão a apresentação do projeto, modelagem assistencial e investimento, apresentação da modelagem econômico-financeira, apresentação do Fundo Garantidor Baiano e aspectos gerais da licitação e do contrato. Rui Costa também irá participar. 

 

A unidade, com cerca de 28 mil metros quadrados de área construída, foi erguida em Lauro de Freitas, município localizado na Região Metropolitana de Salvador, e iniciará a operação inicialmente com 260 leitos, que serão ampliados para 330, sendo 75 de UTI, pelo parceiro privado. O hospital conta ainda com dez salas cirúrgicas, serviço de hemodinâmica, unidade de emergência 24 horas referenciada e serviços diagnósticos — laboratório, radiologia, ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética e medicina nuclear. O Governo da Bahia investiu entre obras e equipamentos, mais de R$ 173 milhões.

 

Será a quarta Parceria Público-Privada (PPP) na área da saúde na Bahia e a maior unidade de atendimento hospitalar do Brasil nesta modalidade. Um dos destaques do projeto é a Unidade de Atenção ao Acidente Vascular Cerebral (UAVC), que atenderá pacientes com casos isquêmicos, hemorrágicos ou acometidos por ataque isquêmico transitório na fase aguda, ofertando tratamento trombolítico venoso, reabilitação precoce e investigação etiológica completa.

Histórico de Conteúdo