Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sábado, 27 de Março de 2021 - 11:49

Prefeitura de Salvador rescinde contrato com concessionária de transporte público

por Lula Bonfim

Prefeitura de Salvador rescinde contrato com concessionária de transporte público
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

A prefeitura de Salvador rescindiu o contrato com a Concessionária Salvador Norte (CSN), responsável pelo transporte público no município. A decisão foi anunciada pelo prefeito Bruno Reis (DEM), neste sábado (27), em entrevista coletiva.

 

Como consequência da decisão, a gestão municipal assume a execução do serviço de forma direta a partir da próxima segunda-feira (29).

 

Segundo Bruno Reis, a operação do transporte público em Salvador é a mais deficitária do Brasil e as dívidas da CSN, que estava sob intervenção da prefeitura desde junho de 2020, chegam a R$ 516 milhões, incluindo R$ 172 milhões devidos ao município.

 

Uma auditoria realizada pela prefeitura durante a intervenção na concessionária identificou uma situação financeira insustentável na CSN, com direito a casos de apropriação indébita no valor de R$ 5,1 milhões, além de descumprimentos contratuais que compremeteram a prestação do serviço.

 

Bruno Reis garantiu ainda que está trabalhando para viabilizar uma nova licitação para a prestação do serviço, garantindo novos investimentos privados. “Se nós continuarmos investindo no transporte público, nosso caixa, nosso orçamento de 2021 não suporta”, afirmou.

 

A situação comunicada pelo prefeito foi antecipada pelo Bahia Notícias, que noticiou a intenção da prefeitura de declarar a caducidade da CSN e assumir diretamente a prestação do serviço (relembre aqui).

Histórico de Conteúdo