Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Zema chega a 51% das intenções de voto para governo de MG em 2022, mostra pesquisa
Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, aparece em vantagem para a reeleição no pleito do ano que vem. É o que mostram dados de intenção de voto no estado levantados pelo Instituto Paraná Pesquisas.

 

Quatro cenários eleitorais foram pesquisados entre os eleitores mineiros. No primeiro, Zema lidera ao pontuar 43,8% das intenções de voto. O segundo colocado é Kalil com 23,5%. Em seguida aparecem André Janones (5,5%); Rodrigo Pacheco (4,4%); Patrus Ananias (2,6%); Área Carolina (2,5%); Marcelo Álvaro Antônio e Paulo Abi-Ackel com 1%; e por fim Agostinho Patrus (0,6%). Não souberam 6%, e votariam branco 9,2%. 

 

O cenário dois tira da disputa o presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM). Zema cresce o percentual de intenção de votos e chega a 45,3% e Kalil se mantém em segundo lugar com 24,1%. A terceira posição fica com André Janones (5,7%). Os demais nomes ficaram com menos de 3%. Não souberma responder 6,4% e votariam branco ou nulo 10%. 

 

Na terceira situação pesquisada o nome de Kalil é retirado e Rodrigo Pacheco volta como opção para os eleitores. Romeu Zema aumenta a vantagem e chega a 49,4%. O segundo lugar é assumido por Carlos Viana com 7,5%. Em seguida aparecem André Janones com 5,7%; Rodrigo Pacheco com 5,4%; Patrus Ananias com 4%; Áerea Carolina (3,9%); e Agostinho Patrus, Paulo Abi-Ackel e Marcelo Álvaro Antonio com 1,2%. Não souberam 6,8% e votariam branco ou nulo 13,6%. 

 

A vantagem do governador de Minas Gerais cresce mais ainda no cenário quatro, sem Kalil e Rodrigo Pacheco. Zema vai a 51,7% nas intenções de voto. O segundo colocado é Carlos Viana e seus 8,4%. Ele é seguido de André Janones (5,9%); Áurea Carolina e Patrus Ananias com 4,2%; Os demais nomes somaram 1,3% das intenções de voto. O índice dos eleitores que não souberam responder foi de 7,1% e aqueles que votariam branco ou nulo 14,7%.

 

Foram ouvidos 1.638 eleitores mineiros entre os dias 18 a 22 de fevereiro de 2021. O nível de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,5% para os resultados gerais.

 

PRÓXIMAS PESQUISAS
O Bahia Notícias e o Instituto Paraná Pesquisas firmaram parceria e iniciam levantamento de intenções de voto para governos em todo o Brasil em 2022. Na Bahia, a primeira rodada do levantamento de intenções de voto para governador está prevista para acontecer no mês de março.

Histórico de Conteúdo