Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bolsonaro diz que sem voto impresso em 2022 'vamos ter problema pior que os EUA'
Foto: Carolina Antunes/PR

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), comentou a invasão ao Congresso dos EUA por apoiadores de Donald Trump e atribuiu as ações à falta de confiança nas eleições. O mandatário brasileiro afirmou nesta quinta-feira (7) que, no Brasil, "se tivermos voto eletrônico" em 2022, "vai ser a mesma coisa" ou "vamos ter problema pior que nos Estados Unidos".

 

Nesta quarta-feira (6), incitados por Trump, apoiadores do presidente invadiram o prédio do Capitólio onde ocorria a sessão de contagem dos votos do Colégio Eleitoral na eleição americana, que deu vitória a Joe Biden. Quatro pessoas morrem durante invasão ao Congresso dos EUA, informou a polícia americana.

 

Donald Trump havia feito um discurso em que afirmaou que não aceitaria o resultado eleitoral. A sessão chegou a ser suspensa.

 

O presidente brasileiro fez os comentários junto a apoiadores no jardim do Palácio da Alvorada."Se nós não tivermos o voto impresso em 22, uma maneira de auditar o voto, nós vamos ter problema pior que os Estados Unidos", disse Bolsonaro a apoiadores.

 

"O pessoal tem que analisar o que aconteceu nas eleições americanas agora. Basicamente, qual foi o problema, a causa dessa crise toda. Falta de confiança no voto. Então, lá, o pessoal votou e potencializaram o voto pelos correios por causa da tal da pandemia e houve gente lá que votou três, quatro vezes, mortos que votaram. Foi uma festa lá. Ninguém pode negar isso daí", disse Bolsonaro.

Histórico de Conteúdo