Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Rui usa números para exaltar performances de Zé Neto e Zé Raimundo nas eleições
Foto: IG @zenetofeira | Thiago Gamah/ IG @zeraimundovca | Montagem BN

Embora Zé Neto (PT) e Zé Raimundo (PT) tenham perdido o segundo turno das eleições em Feira de Santana e Vitória da Conquista, respectivamente, o governador Rui Costa (PT) destacou o crescimento dos dois, tanto em relação ao pleito de 2020 quanto à eleição anterior. Os dois petistas foram derrotados pelos atuais prefeitos Colbert Martins e Herzem Gusmão, ambos do MDB (veja aqui e aqui).

 

"Parabéns, Zé Raimundo! Você fez uma campanha belíssima, isso ficou claro no seu crescimento. Em 2016, 51.889 votos, 31,69%. Em 2020, obteve 81.721 votos, 47,69%. Portanto 29.732 votos a mais que em 2016", publicou o governador no Twitter, na manhã desta segunda-feira (30).

 

O mesmo foi feito com o candidato de Feira. "Parabéns, Zé Neto! Você fez uma campanha com muita paixão e emoção. Isso ficou demonstrado no seu crescimento. No 1º turno de 2016, Zé Neto [teve] 49.912 votos, 15,71%. Em 2020, obteve 119.862, 41,55%, portanto 72.950 votos a mais", destacou.

 

Na mesma rede social, ele ainda aproveitou para destacar o crescimento do Partido dos Trabalhadores em números de votos. "Em 2016, nas eleições municipais, o PT obteve 762.365 votos para prefeito no 1º turno na Bahia. Em 2020, obteve 1.087.034 votos. Um crescimento de 42,59%, com 324.669 votos a mais", ressaltou.

 

Esse comentário remonta às análises que têm sido feitas, desde o fim do primeiro turno, sobre a queda do partido. De acordo com o G1, a nível nacional, o PT passou de 254 prefeituras em 2016 para 183 neste ano. Na Bahia, a queda foi de 39 para 32 gestões após o resultado das urnas (veja aqui). Mas, ainda assim, foi o estado em que a legenda registrou seu melhor desempenho. (Atualizada às 7h12)

Histórico de Conteúdo