'Quando acaba a saliva tem que ter pólvora', diz Bolsonaro fazendo referência a Joe Biden
Foto: Reprodução / Flickr Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez menção pela primeira vez ao novo presidente americano Joe Biden. Durante cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente disse que um "candidato a chefia de estado" poderia criar barreiras comerciais caso o Brasil não cuidasse da Amazônia. Bolsonaro ainda disse que com "apenas a diplomacia" não daria pois "quando acaba a saliva tem que ter pólvora".

 

"Temos que tomar cuidado com a riqueza pois está cheio de malandro de olho nela. O Brasil é um país riquíssimo. Assistimos a pouco um grande candidato a chefia de estado dizer que se eu não apagar o fogo da Amazõnia levanta barreiras comerciais contra o Brasil. Como podemos fazer frente a tudo isso? Apenas a diplomacia não dá, não é Ernesto [Ministro das Relações Exteriores] quando acaba a saliva tem que ter pólvora. Se não, não funciona", disse.

 

Ainda durante sua fala, o presidente comentou a situação do país durante a pandemia. "Lamento os mortos, lamento. Todos nós vamos morrer um dia. Todos. Não adianta fugir disso, fugir da realidade, tem deixar de ser um país de 'maricas'. Olha que prato cheio para a imprensa. Para a urubuzada que está ali", disse ao atacar os jornalistas que estavam no local. 

 

"Eu sou empregado de vocês. Não tem que ter muita cerimônia para conversar comigo ou ministro meu. Não vou tecer elogios para mim jamais. A minha vida é uma desgraça. É problema o tempo todo. Não tenho tempo para mais nada. Não posso tomar um caldo de cana e comer um pastel. Quando saio vem essa imprensa me perturbar, pegar uma piada que eu faço com o guaraná Jesus para tentar me esculhambar", acrescentou em novo ataque.

 

O presidente participou de um evento de Retomada do Turismo, que busca acelerar a recuperação do setor e reduzir o impacto socioeconômico da Covid-19 após a paralisação das atividades. O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio também compareceu ao evento.

 

Veja momentos das falas:

 

Histórico de Conteúdo