Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Flávio Bolsonaro é denunciado por organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro
Foto: Sérgio Lima/ Poder360

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foi denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro nessa terça-feira (3). O órgão o denunciou à Justiça por organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro e apropriação indébita no esquema das "rachadinhas" na Assembleia Legislativa do Estado (Alerj), quando ele era deputado estadual.

 

Além do primogênito do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o ex-assessor dele, Fabrício Queiroz, e outros 15 investigados no esquema foram denunciados.

 

Segundo o G1 RJ, a denúncia foi ajuizada no dia 19 de outubro, mas o encaminhamento ao desembargador responsável pelo processo no Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) ocorreu apenas na noite de ontem.

 

O esquema criminoso veio à tona ainda em 2018, a partir de um relatório do Conselho de Controle de Operações Financeiras (Coaf). O documento indicava transações suspeitas na conta de Queiroz, que recebia de volta parte do salário dos assessores do gabinete. Flávio Bolsonaro nega ter tido conhecimento da prática (saiba mais aqui).

Histórico de Conteúdo