Salvador é capital com pior avaliação do governo Bolsonaro no país, indica Ibope
Foto: PR

O fim da primeira rodada de pesquisas realizadas pelo Ibope em 25 capitais do Brasil - o levantamento ainda não foi feito em São Luís, no Maranhão - mostra as diferenças na maneira como o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é avaliado. Nos dois extremos, estão Boa Vista, capital de Roraima, em que a gestão é vista como ótima ou boa para 66% dos eleitores enquanto 15% a definem como péssima ou ruim, e Salvador, na Bahia, em que apenas 18% dos eleitores fazem a avaliação positiva ante 62% que avaliam o governo negativamente.

 

No caso da capital baiana, os números já haviam sido divulgados na primeira etapa do levantamento, na semana passada. O resultado das entrevistas feitas com 602 pessoas com idade a partir dos 16 anos, nos dias 3 e 4 de outubro, indica que 48% dos entrevistados veem o governo como péssimo, 14% avaliam como ruim, 17% como regular, 12% como bom e apenas 6% como ótimo (saiba mais aqui). A pesquisa encomendada pela TV Bahia foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número BA-03105/2020. Ela possui nível de confiança de 95% e margem de erro de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

 

Uma análise feita pelo G1 mostra que o presidente vai bem, principalmente, nos estados do Norte, com 54% de ótimo e bom em Manaus (AM) e 50% em Porto Velho (RN). Já as capitais com as avaliações mais negativas estão espalhadas pelo país. Além de Salvador, no Nordeste se destacam Fortaleza (CE) e Teresina (PI), com 47% e 42% de ruim e péssimo, respectivamente, mas há também Porto Alegre (RS), no Sul do país, com 50% desse índice e São Paulo (SP), no Sudeste, com 48%.

Histórico de Conteúdo