Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Geral

Notícia

Advogado que destruiu outdoor defende direito de cidadão de vandalizar peças

Por Lucas Arraz

Advogado que destruiu outdoor defende direito de cidadão de vandalizar peças
Leandro pintou outdoor em Salvador | Foto: Reprodução / Redes Sociais

O advogado Leandro de Jesus, candidato do PRTB à Câmara Municipal de Salvador, defendeu, nesta segunda-feira (21), o vídeo em que aparece destruindo um outdoor na capital que protestava contra a gestão do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia (veja aqui). 

 

Segundo o criminalista, todo cidadão tem o direito de retirar por contra própria peças publicitárias pela cidade. Ele defendeu que agiu para interromper o crime de calúnia contra o presidente e reafirmou o direito ao ato de vandalismo quando perguntado sobre a possibilidade de ingressar na Justiça contra o outdoor. 

 

“Sou especialista e ali [o outdoor] é um fato criminoso.  Qualquer cidadão pode agir para retirar publicidade para interromper esse tipo de crime”, disse. 

 

O outdoor foi contratado por entidades ligadas ao ensino público baiano e veiculado por empresa privada de Salvador. O ato de Leandro pode ser enquadrado como vandalismo e resultar em penalidades previstas em lei. 

 

No vídeo, o criminalista pinta a peça publicitária que apresentava a frase “a morte não pode governar o Brasil. Fora Bolsonaro” ao lado da foto do presidente como um ceifador.