Quinta, 03 de Setembro de 2020 - 19:27

Relação de Maia e Guedes fica abalada com cancelamento de almoço com assessores

por Mauricio Leiro

Relação de Maia e Guedes fica abalada com cancelamento de almoço com assessores
Foto: Reprodução / CNN Brasil

Ao receber a proposta de reforma administrativa (reveja aqui), o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM) revelou um desconforto na relação com o ministro da Economia Paulo Guedes, e que agora negocia com o ministro Luiz Ramos da Secretaria de Governo. Maia revelou que um almoço com assessores do ministro foi cancelado por proibição de Guedes, na última quarta-feira (3).

 

"Ontem tinha um almoço do constragimento de auxiliares do ministro [Guedes]. Então mantenho minha relação com o ministro Ramos. Eu não transfiro questões pessoais para questões de minha responsabilidade. Mantenho a relação mesmo com o cancelamento do almoço. Meu compromisso foi com o presidente da República", disse para a CNN.  

 

Para Maia não existe prioridade na votação das reformas."Cada matéria tem seu tempo. A tributária está muito bem organizada. A administrativa chega agora. Vamos ver se terá uma Comissão mista, não tem problema. O Senado tem prioridade das PEC do pacto federerativos", disse. 

 

O presidente da Câmara pontuou que o teto de gastos, ponto fundamental na relação do governo com o Congresso, é uma questão que deve ser respeitada.

 

"Se nos não regulamentarmos o teto de gastos a garantia dessa política pode estar ameaçada. Vai ter que encaixar em algum lugar. Aumentou o investimento em alguns locais, como o Minsitério da Defesa. A questão não é o tamanho do furo, é o princípio", finalizou. 

Histórico de Conteúdo