Noiva pede que cantora 'alise' cabelo para tocar em festa: 'Tudo tem que ser perfeito'
Foto: Reprodução / Instagram

O cabelo crespo da cantora e compositora Laís Raquel Teodora de Abreu, de 22 anos, não se encaixaria no quesito “dia único que tudo tem que ser perfeito” de uma noiva que desejava contratá-la para cantar na festa de casamento. A situação foi contada nas redes sociais pela própria Laís. No Instagram, ela relatou ter sido vítima de racismo há cerca de duas semanas durante uma conversa com uma possível cliente. A noiva, depois de ver fotos da cantora, pergunta se no dia do casamento era poderia alisar o cabelo,  pois “ficaria melhor nas fotos”.  


De acordo com o portal Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, Laís é apaixonada por música e canta em casamentos, cafeterias e restaurantes do Distrito Federal. Ela afirma nunca ter recebido um pedido como esse, tampouco ter imaginado que seu cabelo pudesse ser um empecilho para a realização de um trabalho. 

 

Ao receber a foto da cantora, a possível cliente teria perguntado se Laís “costumava cantar com o cabelo assim mesmo”. A jovem riu: “Uai, sim, é meu cabelo”. Com a resposta, a noiva questionou se a cantora poderia usar o cabelo liso, que “fica melhor nas fotos.” Não houve acordo: Laís recusou o pedido.

 

CONFIRA A CONVERSA: 

 

Clique nas imagens para ampliar

 

Histórico de Conteúdo