Carta de bispos contra gestão política de Bolsonaro foi enviada ao papa Francisco
Foto: Reprodução / Antropofagista

A "Carta ao Povo de Deus", assinada por 152 bispos, contra a política do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), foi encaminhada ao papa Francisco, no Vaticano, e a dom João Braz de Avis, cardeal brasileiro que integra a Congregação para o Clero.

 

Segundo a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, o bispo emérito de Blumenau, em Santa Catarina, dom Claudio Hummes, está entre os religiosos que endossaram o texto. Ele é próximo do papa.

 

No entanto, a divulgação da carta gerou incômodo na CNBB. A entidade ainda não analisou o texto, mas há um temor de que a ala mais conservadora impeça que ela apoie as posições adotadas no documento. Os mais de 150 bispos que assinam a carta dizem que o discurso de Bolsonaro não é ético e que ele se baseia em uma "economia que mata" (veja aqui).

Histórico de Conteúdo