Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Secretaria informa que 108 servidores da Presidência testaram positivo para a Covid-19
Foto: Divulgação / Secretaria da Presidência da República

Até o último dia 3 de junho, 108 servidores da Presidência da República foram diagnosticados com o novo coronavírus. A informação foi passada pela Secretaria-Geral da Presidência da República, nesta terça-feira (7), mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonar anunciou que testou positivo para a doença.

 

De acordo com o G1, a Secretaria aponta que 77 já estão recuperados, e 31 estão em acompanhamento. Não houve mortes. Em nota, o órgão afirma que ""mais de 90% dos casos foram assintomáticos ou apresentaram apenas sintomas leves". Ao todo, a Presidência possui 3,4 mil servidores.

 

"As orientações médicas relacionadas ao combate ao novo coronavírus têm sido amplamente divulgadas aos servidores da Presidência da República, por meio dos diversos canais de comunicação disponíveis. Dentre essas orientações, ressaltamos as relacionadas à higienização das mãos, uso correto de máscaras, distanciamento social, implementação do trabalho remoto (em especial, para os servidores considerados em grupo de risco) e do rodízio de funcionários, intensificação da limpeza de instalações e equipamentos", dizia ainda a nota.

 

Após Bolsonaro anunciar em entrevista coletiva que estava infectado, o Sindicado dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJP-DF) pediu às empresas jornalísticas que suspendam a cobertura presencial no Palácio do Planalto. A avaliação do sindicato é de que o presidente, ao fazer o anúncio em entrevista, colocou em risco os jornalistas e as equipes.

 

Na noite desta terça, fotos foram divulgadas pela Secretaria-Geral da presidência para mostrar que o Palácio do Planalto tinha passado por limpeza. 

Histórico de Conteúdo