Rodrigo Maia sugere discutir criação de renda mínima permanente após pandemia
Foto: Reprodução / GloboNews

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), sugeriu nesta quinta-feira (11) que a discussão sobre uma renda mínima permanente como maneira de contornar os efeitos da crise econômica da pandemia será inevitável.

 

Ainda de acordo com Maia, é preciso a prorrogação do prazo do auxílio emergencial de R$ 600.

 

"Um grupo de parlamentares está analisando os programas do governo já existentes e estamos vendo a melhor maneira de alocar recursos, mas criar uma renda permanente não é tão simples: temos que encontrar uma fonte no Orçamento e essa discussão tem que avançar este ano", disse Maia, em entrevista à Globo News.

 

Ainda de acordo com o presidente da Câmara, existem algunas possíveis fontes para financiar esses programas, como uma "repactuação" das deduções previstas hoje no Imposto de Renda e redução do salário de servidores públicos - de todos os Poderes, atingindo somente os mais altos.

Histórico de Conteúdo