Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 25 de Maio de 2020 - 09:00

Fábio Vilas-Boas valoriza estabilidade em taxas da Covid-19 na Bahia

por Ulisses Gama

Fábio Vilas-Boas valoriza estabilidade em taxas da Covid-19 na Bahia
Foto: Elói Correa / GOVBA

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, destacou na manhã desta segunda-feira (25) a estabilidade nos números da Covid-19. De acordo com o gestor, o estado vem tendo "sucesso no tratamento", o que reflete em pequenos números de mortalidade e letalidade.

 

"Boas notícias na guerra a COVID19. A Bahia mantém uma taxa média de crescimento de óbitos estável, ou seja, estamos conseguindo ter sucesso no tratamento. Isso se traduz numa da mais baixas taxas de letalidade e mortalidade do país. @ruicostagov aqui é trabalho", escreveu.

 

Os números do Ministério da Saúde publicizados por Vilas-Boas apontam que a Bahia tem uma taxa de mortalidade de 3,1 a cada 100 mil habitantes. O maior número de mortes é a do Amazonas, com 42,4 e o menor é o do Mato Grosso, com 1,1.

 

Já a taxa de letalidade da Bahia é de 3,3. A maior é a do Rio de Janeiro, com 10,1 e a menor é a do Sergipe, com 1,8.

 

A taxa de mortalidade representa o número de mortos em relação à população total de uma região. A letalidade, por sua vez, indica os óbitos relacionados ao número de infectados pelo coronavírus.

 

A incidência de casos da Bahia é de 93,5 a cada 100 mil habitantes. A maior é o do Amapá, com 751,2 e a menor é a do Paraná, com 28,1.

 

Segundo o último boletim detalhado da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), a Bahia registra 13.899 casos confirmados de coronavírus (Covid-19) e 460 óbitos. Confira os gráficos apresentados (clique nas imagens para ampliar):

 

Fotos: Reprodução / Twitter / Fábio Vilas-Boas

Histórico de Conteúdo