Sindpoc denuncia suspeita de surto de Covid-19 na Deam de Brotas, em Salvador
Foto: Divulgação

Por meio de nota à imprensa, o Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindpoc) diz que oito policias civis da Delegacia de Atendimento à Mulher de Brotas, em Salvador, estão com suspeita de terem contraído o coronavírus. Como forma de protesto, a entidade tem barrado a entrada da população na unidade. 

 

“O que nos assusta é que infelizmente não há, ou não parece haver, nenhuma preocupação do Delegado Geral e da Secretaria de Segurança Pública (SSP) com esses servidores, uma vez que há escassez dos equipamentos de proteção individual para suprir a demanda de todos”, disse Eustácio Lopes, presidente do sindicato. 

 

O Sindpoc ainda informou que entrou em contato com a Vigilância Sanitária para tentar interditar a Deam de Brotas. O entendimento da entidade é que a unidade precisa passar por uma desinfecção para voltar a funcionar, além de testagem para Covid-19 para todos os policiais civis.

 

“Infelizmente o cenário é de tragédia anunciada para a categoria dos policiais civis”, destacou Eustácio.

 

O BN entrou em contato com a assessoria da Polícia Civil, que prometeu averiguar a situação. Assim que algum posicionamento for enviado, a matéria será atualizada. 

Histórico de Conteúdo