Pedido de cassação de Flávio Bolsonaro está parado há três meses no Senado
Foto: Agência Senado

Um pedido de cassação do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) está travado no Senado há três meses, sem perspectiva de decisão.

 

O pedido foi feito em 19 de fevereiro no Conselho de Ética do Senado pelo PT, PSOL e Rede Sustentabilidade. Os partidos alegaram quebra de decoro parlamentar do senador por envolvimento com milícias, "rachadinha" (devolução de parte dos salários por funcionários para gabinetes de políticos), lavagem de dinheiro e emprego de funcionários fantasmas.

 

O presidente do colegiado, senador Jayme Campos (DEM), informou que encaminhou a peça para a Advocacia do Senado a fim de que fosse elavorado um parecer jurídico a respeito da admissibilidade do processo. Até o momento não houve qualquer atualização sobre o caso.

 

As informações são do UOL. Procurada, a assessoria do Senado não se pronunciou. Se decidir pela admissibilidade, o presidente do Conselho de Ética convocará Flávio Bolsonaro a apresentar a sua defesa. Se arquivar, os autores da ação podem recorrer.

Histórico de Conteúdo