STF suspende nomeação de Alexandre Ramagem na Polícia Federal
Foto: Reprodução / TV Globo

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, suspendeu nesta quarta-feira (29) a nomeação de Alexandre Ramagem como novo diretor-geral da Polícia Federal. A informação é da CNN Brasil.

 

O ministro do STF atendeu a uma ação protocolada pelo PDT, que questionou a nomeação após uma série de acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

 

Moraes pontuou em sua decisão as afirmações de Sergio Moro, que acusou Bolsonaro de querer "ter uma pessoa do contato pessoal dele” no comando da PF.

 

Para o ministro do STF, "o fato de a Polícia Federal não ser órgão de inteligência da Presidência da República, mas sim exercer, nos termos do artigo 144, §1o, VI da Constituição Federal, com exclusividade, as funções de polícia judiciária da União, inclusive em diversas investigações sigilosas". 

 

Ramagem foi indicado para o comando da Polícia Federal após a determinação da saída de Maurício Valeixo, nome de Sergio Moro, que deixou o Ministério da Justiça após o fato, apontando interferência política do presidente Jair Bolsonaro na PF.

 

A posse de Ramagem estava marcada para a tarde desta quarta-feira. 

Histórico de Conteúdo