Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Secretário de Saúde do estado lamenta reabertura do comércio em Feira e Alagoinhas
Foto : Paula Fróes/GOVBA

O secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, criticou a decisão das prefeituras de Alagoinhas e Feira de Santana de autorizar a reabertura de parte do comércio nas cidades.

 

Em Alagoinhas, estabelecimentos com até 100m² poderão voltar a funcionar (leia aqui), enquanto que em Feira esta regra é para comércio com até 200m² (veja aqui).

 

“É um absurdo reabrir comércio no momento mais crucial de elevação da pandemia”, disse o secretário ao Bahia Notícias, nesta terça-feira (21). Até o momento, a Bahia registra 1.377 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 13,18% do total de casos notificados. Até o momento, 5.357 casos foram descartados e houve 47 óbitos.

 

“O afrouxamento do distanciamento social, principalmente com a reabertura do comércio neste momento de elevação do numero de internações em UTI, vai condenar a Bahia a entrar em colapso daqui a 40 dias”, falou Fábio Vilas-Boas.

 

“Qualquer cidade que venha a ter o comercio reaberto, havendo transmissão sustentada dentro do seu município, ela está contribuindo pra falir o sistema, está contribuindo para o sistema colapsar daqui a 40 dias”, acrescentou.

Histórico de Conteúdo