Governadores criticam Bolsonaro, falam em demissão de Mandetta e impeachment
Foto: Montagem / Governo dos Estados

Governadores criticaram o pronunciamento de Jair Bolsonaro em rede nacional (reveja aqui), na noite desta terça (24), e dizem que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, perdeu legitimidade após fala do presidente.

 

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), afirmou que a fala indica que "estamos sem direção". "Desconectado da realidade, desconectado da ação do Ministério da Saúde, atrapalha o trabalho dos governadores e menospreza os efeitos da pandemia", afirmou.

 

"Os governadores precisam se reunir, estamos sem coordenação. O ministro e os governadores de um lado e o presidente menosprezando a pandemia de outro", avaliou Casagrande segundo a coluna Painel da Folha de São Paulo.

 

O discurso, segundo o governador, desautoriza o trabalho do ministro Mandetta."O ministro não tem legitimidade para permanecer mais no ministério", disse.

 

Já Flávio Dino (PC do B), governador do Maranhão, avalia que Bolsonaro "viu que perdeu a governabilidade". "Ele mesmo deflagrou o seu próprio processo de impeachment. Está completamente fora da realidade", afirmou.

Histórico de Conteúdo