Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

PGE abrirá processo criminal contra empresário que viajou para Porto Seguro com coronavírus
Empresário foi para Trancoso de jatinho | Foto: Alô Alô Bahia

O governador da Bahia, Rui Costa, determinou que a Procuradoria-Geral da União entre com uma ação contra um empresário que viajou de jatinho de São Paulo a Porto Seguro mesmo após receber um teste positivo para coronavírus. O empresário foi responsável por contaminar um funcionário da sua casa no distrito de Trancoso, que já contaminou uma segunda pessoa na cidade baiana (veja aqui).

 

"O décimo caso que nós confirmamos de Porto Seguro foi uma ação irresponsável, negligente, de um empresário que teve seu caso confirmado lá em São Paulo. Ele foi no [Hospital Albert] Einstein, fez o exame, confirmou que ele tinha coronavírus, o médico determinou que ele ficasse em casa por pelo menos uma semana. E ele o que fez? Pegou seu jatinho particular, convidou alguns amigos e foi pra casa em Trancoso, em Porto Seguro", criticou o governador em uma transmissão ao vivo. 

 

"Eu já determinei à Procuradoria-geral do Estado que abra um processo criminal contra esse empresário, pra que ele responda criminalmente por sua postura irresponsável e criminosa", lamentou Rui.

 

O governador ainda falou que a mesma medida será tomada em qualquer caso de pessoa que não respeite as orientações médicas de quarentena. "Todos que deixarem de cumprir as medidas legais responderão inclusive criminalmente. Porque além de entrar com a ação pela Procuradoria, vamos denunciar todos no Ministério Público estadual e federal, para as ações penais, inclusive, daqueles que descumprirem a determinação".

 

Atualmente, a Bahia tem 13 casos confirmados: 5 em Feira de Santana, 4 em Salvador, 3 em Porto Seguro e 1 em Prado.

Histórico de Conteúdo