Bolsa tem queda recorde de 12,26%, Petrobras recua 31,25% e dólar fecha em R$ 4,72 
Foto: Reprodução/Pixabay

Em uma alta recorde, o dólar fechou em R$ 4,7282 nesta segunda-feira (9). A moeda norte-americana subiu 2,03%. Na máxima, chegou a R$ 4,7921. O valor foi o mais alto desde 6 de novembro do ano passado. No mercado de ações, o Ibovespa caiu 12,25 %, e registrou a pior queda em 21 anos e chegou ao menor patamar desde 2018.

 

Neste ano, o dólar já acumula alta de 17,92%.

 

O avanço do coronavírus no mundo e a guerra do preço do petróleo são as justificativas dos números desta segunda-feira. Por volta das 9h20, a moeda norte-americana chegou a R$ 4,80, uma alta de mais de 3,30% (leia mais aqui). Os primeiros números do dia indicavam a tendência de queda (saiba mais aqui). O índice futuro abriu o pregão com 8%, a Bovespa registrava queda de 8,67% e a Petrobras apareceu em baixa de 23,43% das ações. A estatal fechou o dia com um recuo de 31,25%.

Histórico de Conteúdo