PM acha 13 celulares e 4 armas no esconderijo de Adriano da Nóbrega
Foto: Divulgação SSP

Após a operação que causou a morte do suspeito no envolvimento da morte da vereadora Marielle Franco, Adriano da Nóbrega (reveja aqui), a polícia baiana encontrou no imóvel usado pelo suspeito para se esconder, localizado na zona rural do município de Esplanada, a 13 celulares. Além dos aparelhos, as equipes encontraram ainda uma pistola, um revólver e duas espingardas.

 

Guarnições do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte, do Grupamento Aéreo (Graer) e da Superintendência de Inteligência (SI) da SSP da Bahia encerraram as varreduras, no início da tarde deste domingo (9).

 

Os materiais foram encontrados em diferentes cômodos da casa. O caso que terminou com a morte em confronto do ex-policial militar do Rio de Janeiro e foragido da Justiça foi registrado no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Bahia. 

 

Toda formalização da ocorrência foi repassada para equipe do Rio de Janeiro que deu apoio com informações e já investigava Adriano.

Histórico de Conteúdo