Rui deve 'cozinhar' decisão sobre candidatura em Salvador até PT definir calendário nacional
Foto: André Carvalho / Ag. Haack / Bahia Notícias

O governador Rui Costa (PT) deve começar a trabalhar o nome do pré-candidato do PT à prefeitura de Salvador somente a partir do dia 7 de fevereiro, dia que ocorre uma reunião da executiva nacional do partido, no Rio de Janeiro, conforme apuração do Bahia Notícias. O evento marca os 40 anos da legenda e serve também como encontro para definir o calendário partidário para as eleições 2020. 

 

Na última terça-feira (21), o BN consultou junto a pessoas que compõem a cúpula petista que Rui já tem um nome definido, mas o mantém em segredo para o público em geral (leia mais aqui). No entanto, aliados do governador acreditam que ele tem predileção por um candidato “outsider” – termo usado para quem é de fora do meio político tradicional. Foi assim com Guilherme Bellintani, com quem o PT flertou até o dia 30 de dezembro do ano passado. O presidente do Bahia, no entanto, preferiu seguir ditando os rumos na Cidade Tricolor.

 

Com Bellintani como carta fora do baralho, a bola da vez de Rui seria a major Denice Santiago, comandante das Ronda Maria da Penha da Polícia Militar (PM-BA) (leia mais aqui). O nome dela, no entanto, não é colocado atualmente no arco de pré-candidatos da legenda em Salvador. No momento, são quatro postulantes: Fabya Reis (secretária), Juca Ferreira (ex-ministro) Robinson Almeida (deputado estadual) e Vilma Reis (socióloga). 

 

RECLAMAÇÃO DO DIRETÓRIO MUNICIPAL
Presidente do partido em Salvador, Ademário Costa afirmou que a decisão da executiva remeter a decisão sobre o calendário nacional de candidaturas para fevereiro é “preocupante” e “completamente dissociada do calendário político de uma cidade como Salvador". "Aqui já estamos em pré-campanha eleitoral. Salvador será a cabeça de ponte do debate entre a esquerda e a direita no Nordeste com impactos decisivos na política nacional", opinou.

 

"Apesar de discordar da demora do PT nacional vamos continuar com o nosso programa de debates sobre o programa de governo, com nossa imagem colada nas realizações do governador Rui Costa e no legado de Dilma, Lula e Wagner", acrescentou.

Histórico de Conteúdo