Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Filho de conselheiro da OAB é espancado em Ondina após jogo do Brasil
Foto: Reprodução / Instagram

O conselheiro da OAB-BA Ary Santana acusa duas pessoas de terem espancado seu filho, Cayan Santana, na madrugada desta quarta-feira (3), no bairro de Ondina, em Salvador. 

De acordo com ele, Cayan está “desfalecido na unidade semi-intensiva do Hospital Geral do Estado (HGE)”. Ele foi agredido ao sair de um local onde assistia ao jogo do Brasil na companhia de amigos e colegas quando foi abordado pelos agressores.

“Conforme relatos das testemunhas diretas dos fatos, mesmo com a vítima desacordada, os agressores continuaram a chutar a sua cabeça”, disse o advogado.

Santana pede nas redes sociais que as pessoas o ajudem a identificar melhor os agressores.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Amigos e colegas, Suplico por ajuda... Preciso identificar onde moram os agressores que vitimaram o meu filho, o qual se encontra desfalecido na unidade “semi-intensiva” do HGE... Fato ocorrido: Cayan Santana (Meu Filho), ao sair do jogo do Brasil, na companhia de amigos e colegas, fora agredido pelos indivíduos de pré-nomes - GUILHERME MACHADO e MARCELO PONDÉ, conforme relatos das testemunhas e fotos e vídeos em anexo. Fato este, que se deu na madrugada do dia 03/07/2019, por volta das 00h:07min, no bairro de Ondina, Salvador, Bahia. Conforme relatos das testemunhas diretas dos fatos, mesmo com a vítima desacordada, os agressores continuaram a chutar a sua cabeça. Cayan Santana é aluno do NPOR - Núcleo Preparatório Oficiais da Reserva - EXÉRCITO BRASILEIRO. Por favor, compartilhe essa mensagens para o maior número possível de amigos e grupos. Assim, certamente conseguiremos identificar melhor quem são e onde residem os referidos agressores. Grato, Ary Santana - Pai de Cayan (Vítima).

Uma publicação compartilhada por Advogado Ary Santana (@advogadoarysantana) em

Histórico de Conteúdo