Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 31 de Maio de 2019 - 00:00

Salvador pede a SPU para assumir gestão de praias e pode voltar a ter barracas

por Fernando Duarte / Mauricio Leiro

Salvador pede a SPU para assumir gestão de praias e pode voltar a ter barracas
Foto: Reprodução / G1

O secretário de Desenvolvimento e Urbanismo de Salvador, Sérgio Guanabara, disse que faltam apenas medidas legais para que a prefeitura assuma a gestão das praias de Salvador, após tratativas com a Superintendência do Patrimônio da União na Bahia (SPU).


Em entrevista ao Bahia Noticias, Guanabara disse que "o prefeito manifestou o desejo" e  a administração encaminhou "para a SPU anuir". "Feito isso a prefeitura assume", indicou.

 

O secretário contou que tem diversos projetos para pôr em prática nas praias de Salvador, "mas que nunca foram postos em prática justamente pela competência legal da gestão dessas praias que pertencem até hoje à União", o que dificultava as ações.

 

"Salvador não tem barracas de praias, não é uma decisão do Executivo. O prefeito não pode fazer nada, isso é uma decisão de um juiz federal", entende Guanabara, sobre a remoção dos equipamentos há alguns anos.

 

A ideia do retorno das barracas de praia é uma possibilidade, e esse instrumento de cessão das praias vai possibilitar também o olhar qualitativo à borda marítima. "Não há limites para um projeto de um planejamento específico. Temos que assumir para pensar em uma correta utilização destes espaços", concluiu.

Histórico de Conteúdo