Edvaldo Brito critica cortes na Ufba e diz que é exemplo de 'superação pela educação'
Foto: Divulgação / CMS

Vereador de Salvador, Edvaldo Brito (PSD) criticou nesta quarta-feira (1°) os cortes no ensino superior anunciados pelo Ministério de Educação (MEC). Ao todo, 30% do orçamento das universidades federais foram contingenciados. O impacto chegará a ser de R$ 31 milhões na Universidade Federal da Bahia (Ufba) (veja aqui). 

 

“Apesar da difícil situação econômica do Brasil, vejo com reservas cortes de verbas para a educação, que deve ser prioridade. Portanto, em vez de corte, os recursos para a escola pública devem ser ampliados”, declarou Edvaldo Britto. 

 

O edil defendeu que, em um país com tantas carências e desigualdades, toda política de inclusão é bem vinda. “As universidades públicas são uma das principais portas de transformação, de ascensão social. Eu sou um exemplo de superação através da educação, pois, filho de uma lavadeira e de um pedreiro, não poderia me dar ao luxo de pagar para estudar”, contou. 

 

“A Universidade Federal da Bahia é o meu maior e melhor exemplo, a casa amada onde comecei em 1954 como empregado de um professor, depois estudante, professor e hoje emérito em plena atividade, ensinando no doutorado. Acredito que o ensino público, em qualquer nível e com qualidade, deve ser ampliado para promover a inclusão social e o desenvolvimento do país”, completou o vereador. 

Histórico de Conteúdo