Primeiro baiano, santo-amarense é achado morto na tragédia de Brumadinho
Foto: Reprodução

O primeiro baiano desaparecido na tragédia de Brumadinho, quando uma barragem se rompeu na última sexta-feira (25), foi encontrado morto. O jovem trabalhava no terreno da Vale quando a barragem de rejeitos rompeu. 

Ednilson dos Santos Cruz, de 23 anos, é natural da cidade de Santo Amaro, no recôncavo da Bahia, mas morava em Mário Campos (MG), a cerca de 8 km de Brumadinho, há 10 anos. Ele era casado e a esposa dele está grávida de uma menina.

Assim como os outros seis baianos desaparecidos, Ednilson era funcionário de uma empresa terceirizada, que prestava serviços para a Vale. Segundo Edmilson Evangelista, pai de Ednilson, o filho foi encontrado morto na segunda (28) por familiares que trabalham como voluntários no local da tragédia. 

O sepultamento aconteceu nesta terça (29), na cidade de Mário Campos, e foi custeado pela Vale.

Histórico de Conteúdo