Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Jean Wyllys desiste de mandato e deixa o Brasil por conta de ameaças de morte
Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) anunciou que vai abrir mão do seu mandato e vai deixar o Brasil. Em entrevista à Folha de S. Paulo divulgada nesta quinta-feira (24), ele afirmou que tomou a decisão por conta de ameaças de morte.

 

Segundo Wyllys, as ameaças se tornaram mais frequentes desde a morte da vereadora Marielle Franco. "O [ex-presidente do Uruguai] Pepe Mujica, quando soube que eu estava ameaçado de morte, falou para mim: 'Rapaz, se cuide. Os mártires não são heróis'. E é isso: eu não quero me sacrificar", disse à Folha de S. Paulo.

 

Na eleição do último ano, Wyllys foi eleito para seu terceiro mandato como deputado federal. Ele citou ainda a eleição de Jair Bolsonaro como presidente para justificar sua desistência. "O presidente que sempre me difamou, que sempre me insultou de maneira aberta, que sempre utilizou de homofobia contra mim. Esse ambiente não é seguro para mim", comentou.

Histórico de Conteúdo